domingo, 28 de novembro de 2010

Porque beijar na boca é tão gostoso?

Todos nós sabemos o quanto beijar na boca é bom e os seus inevitáveis efeitos, mas você sabe por que este inocente gesto desperta tanto prazer em nós?

Um estudo analisou várias reações químicas no momento do beijo e chegou a algumas conclusões muito interessantes. Eles descobriram, por exemplo, que as mulheres precisam de mais estímulos, além de um simples beijo para despertar tais reações. Fatores adicionais como uma atmosfera romântica e músicas são muito importantes.
Wendy Hill, professora de psicologia do Lafayette College, da Pensilvânia, descobriu por que o atrito dos lábios traz respostas emocionalmente gratificantes. Sua equipe testou os níveis de dois hormônios: o cortisol e oxitocina, em 15 jovens, antes e depois do beijo.
Eles descobriram que o beijo reduz os níveis de cortisol (hormônio do estresse), em ambos os sexos e aumenta os níveis de oxitocina, hormônio ligado ao vínculo social, que motiva o beijo e o abraço. Os resultados finais serão apresentados na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em Chicago.
Curiosamente essa descoberta reafirmou as conclusões sobre o estudo da oxitocina. Para você ter uma ideia, um estudo realizado na Universidade de Zurique descobriu quebasta pingar oxitocina no nariz de pessoas prestes a iniciar uma discussão, isto diminui o estresse e acalma a confusão.
“Este estudo mostra que beijar é muito mais complexo e provoca mudanças hormonais que nunca imaginávamos ocorrer”, comentou Wendy ao The Telegraph.
Essa não é a primeira investigação para analisar os efeitos físicos do beijo. Em 2007, cientistas britânicos mediram a atividade cerebral e cardíaca provocada por beijos apaixonados, mas descobriram que era menos intensa que o estímulo produzido ao comer chocolate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário